sábado, 28 de junho de 2014

Copa-2014: Uruguai é o próximo a dançar

Bem que o Uruguai tentou compensar na valentia a ausência de Suárez, expulso da competição por grave indisciplina, mas seu futebol enfraquecido não resistiu ao banho tático da sensacional Colômbia, que reafirmou no Maracanã a ótima campanha que tem realizado até agora: quatro jogos, quatro vitórias, 11 gols feitos e apenas 2 sofridos. O maestro do show cafetero no gramado, James Rodríguez, anotou os dois gols (um deles de placa, aos 27 do primeiro tempo) do triunfo sobre os chuarras, assegurando o avanço de sua equipe às quartas de final de uma Copa pela primeira vez e, de quebra, impedindo o reencontro entre a Celeste Olímpica e o Brasil no estádio carioca 64 anos depois do fatídico Maracanazo. Por falar no elenco comandado por Oscar Tabárez, Forlán e seus companheiros não conseguiram estragar a festa colombiana, mesmo apelando para ombradas de provocação nos rivais e reclamação no ouvido do árbitro. O fantasma de Ghiggia havia sido finalmente extirpado das terras brasileiras.
Enquanto a Celeste arruma as malas e vai fazer companhia a Surárez em Montevidéu, os cafeteros se preparam para um inédito confronto com o Brasil em Copas do Mundo. Prometem infernizar o time de Felipão com a ótima marcação e o vigor físico dos atletas, mas seu estilo de jogo aberto costuma expor brechas no sistema defensivo - um prato cheio para os nossos laterais apoiarem as investidas de Neymar e Hulk.

Nenhum comentário:

Postar um comentário