quarta-feira, 18 de junho de 2014

Copa-2014: Os primeiros a seguir em frente e a se despedir

PASSAPORTE SOFRIDO - ALEMANHA 3 x 2 AUSTRÁLIA
A Laranja Mecânica tomou um susto e quase virou suco no Beira-Rio. Começou a partida apanhando da forte defesa australiana e só abriria o placar aos 19 minutos, com Robben. O camisa 11 mal teve tempo de comemorar: Tim Cahill recebeu um ótimo lançamento nas costas da zaga orange e empatou com um chutaço. Na etapa complementar, os Socceroos viraram com Jedinák, em cobrança de pênalti. Os holandeses só acordariam pouco mais de 3 minutos depois, quando Van Persie deixou tudo igual, mostrando porque está numa ótima fase. Aos 22 minutos, a Austrália tinha tudo para estar na frente de novo, porém Leckie se atrapalhou ao tentar um lance genial e entregou a bola de graça para o goleiro Cillessen. Pouco tempo depois, o time da Oceania pagaria caro pelo vacilo: Depay, que entrara no lugar de Martins Indi, estava livre para marcar o terceiro e derradeiro gol dos europeus.
Noventa minutos e um jogo truncado depois, os holandeses se tornaram os primeiros a garantir presença na fase eliminatória da Copa e, de quebra, acabaram com o tabu de nunca ter vencido a Austrália anteriormente. Na próxima semana, disputarão a liderança do Grupo B com o também classificado Chile. Aos rivais da terra do canguru, cabe uma partida de honra com a igualmente despachada Espanha. 


MARACANAZO À ESPANHOLA - CHILE 2 x 0 ESPANHA
Na batalha entre as Rojas ("vermelhas", em espanhol), a original chilena tratou de fechar logo o caixão hispânico. Sanchez e Aránguiz marcaram os dois gols da vitória do time sul-americano, que só teve o trabalho de administrar a vantagem até o último minuto de jogo, pondo a Fúria literalmente na roda. Desgastados fisicamente, os rivais nem de longe lembraram o incrível selecionado que ganhou a última Copa, na África do Sul. Chegava ao fim o fabuloso reinado de Iniesta, Xavi, Casillas e companhia nos últimos anos no planeta bola. Esses jogadores tiveram o privilégio de compor a geração mais vitoriosa do futebol da Espanha (com direito a 3 títulos - 2 continentais e 1 mundial - de 2008 para cá), porém dificilmente continuam a defender a cor rubra, assim como o treinador Vicente Del Bosque, assim que se despedirem dos gramados brasileiros cumprindo um último compromisso diante dos também despachados australianos. Já classificado, o Chile se prepara para disputar a liderança do Grupo B com a Holanda.


CHOCOLATE AO CAMARÃO - CROÁCIA 4 x 0 CAMARÕES
Felipão e seus comandados agora podem respirar aliviados. A Croácia deixou para trás a revés na estreia e atropelou um Camarões desmotivado e desunido com os gols de Olic, Perisic e Mandzukic, que finalmente pôde estrear na Copa após cumprir um jogo de suspensão. Para facilitar ainda mais as coisas para o adversário europeu, os africanos tiveram uma baixa, Song, expulso de forma infantil. 
Na rodada final, os croatas dependem apenas do próprio esforço para disputar com o México uma das duas vagas do Grupo B para o mata-mata. A outra está praticamente reservada ao Brasil, que não deverá ter problemas para passear na frágil defesa camaronesa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário